Cry Wolf! Time to worry!

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Johanna Naberrie em Sab 07 Out 2017, 19:18


A ação conjunta de todos os soldados que cercavam o estabelecimento não permitia escapatórias. A julgar pelo estado daquele bordel, os homens do rei que derrubavam portas e janelas para invadir era o que havia de mais movimentado pelo menos nos últimos anos. O lugar não estava na melhor de suas condições nem nos seus dias de gloria. Para Johanna, um lugar perfeito para abrigar um fugitivo. Todos os passos que levavam a Geralt, o assassino de sua irmã mais velha levavam até ali. -Revistem!- Foi a ordem dada de dentro de sua armadura, o que distorcia a sua voz feminina. Até então, ninguém parecia notar a presença de uma mulher entre as demais que não estava nua ou a serviço dos que as desejavam nuas. Ela, por sua vez, exigia a fidelidade dos soldados que a acolheram na busca pelo assassino e que agora se espalhavam pelos quartos a procura do witcher. Por dentro da máscara da armadura, os olhos inquietos de Johanna estudavam cada expressão assustada dos que estavam no local. Imóveis, alguns rebeldes apenas esbravejavam enquanto ela permaneceu em silencio até ver dois dos soldados trazerem um homem estranho pelos braços, mas que atendia as descrições, portanto acreditava ser quem procurava. - Geralt of Rivia, o witcher! Está preso em nome do rei Louie de Vitis pelo assassinato de sua primogênita, a princesa Sophie!- Tentava manter a voz firme, segura pela armadura que a escondia. -Será decapitado na presença do rei. Levem!- Deu a ordem para que o levassem preso a carroça e assim iniciar a viagem de volta ao castelo.


JOHANNA NABERRIE
avatar
Johanna Naberrie

Mensagens : 5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Geralt of Rivia em Dom 08 Out 2017, 12:32

── The Witcher ──
❝Only death can finish the fight,
everything else only interrupts the fighting.❞
Naquela madrugada, cansado de tanto tentar apagar seus rastro para despistar os guardas locais, Geralt só pensava em passar uma noite descansando em um bordel, para relaxar um pouco antes de seguir viagem. Faria uma pausa de apenas duas horas e mais uma vez seguiria com Roach, sua fiel montaria até a próxima cidade e só então prosseguiria com a investigação do assassinato da princesa Sophie, do qual ele fora injustamente acusado. Porém, Geralt não contava que uma das prostitutas o reconhecesse e por alguns crowns o entregasse.
Escolheu uma jovem morena de olhos amendoados, provavelmente natural de Zerrikania, região que cria os melhores cavalos, um povo cavaleiro por natureza. O corpo cansado ansiava pelo toque suave das mãos de uma bela donzela, seus traços étnicos conferiam um encanto a mais para a meretriz, que ele nem sabia o nome. Ela fazia jus à fama de sangue quente de seu povo, avançando pra cima do witcher antes mesmo que ele terminasse de fechar a porta, envolvendo-o com os dois braços e as pernas. Ele a apoiava com a destra presa à cintura para que não caísse e retribuindo o beijo recebido caminhou até a cama e se acomodou sobre ela, deitando o corpo, por baixo do dela para vê-la literalmente cavalgar. Ela retirava apenas a camisa e abria a calça, sentando-se nua sobre ele e iniciando a penetração. As mãos pressionavam as coxas ao sentir a musculatura interna pressioná-lo e a pelve se movia para aumentar a profundidade. Os olhos fendidos como os de uma serpente, fitavam a pele morena inflamados pelo tesão, enquanto ela ditava o ritmo da cavalgada... Ela realmente fazia jus à fama de seu povo, era uma verdadeira amazona, movendo o corpo com agilidade e precisão para uma sensação de mais intenso prazer... até seus gemidos eram bem característicos... agora tinha certeza, ela era de Zerrikania... o witcher fechou os olhos e se deixou levar pelo ritmo daquela cavalgada, sentindo na pele daquela morena o aroma das especiarias de sua terra. Entregando-se completamente ao prazer, sem se preocupar em ter que segurar o gozo, não demorou até atingir o nível máximo de prazer. Sua voz só não foi ouvida porque a porta foi chutada naquele exato momento. A musculatura de todo o corpo relaxava e os nervos estavam anestesiados, o que limitava suas reações e o raciocínio. Viu a mulher ser arrancada de cima dele com violência pelo soldado e ele, por sua vez, levantado da mesma forma. Mal teve tempo de subir a calça e já era arrastado pra fora na frente de vários outros soldados.
── Olha, eu já tinha ouvido falarem melhor da hospitalidade desse reino, mas depois dessa...caiu no meu conceito. Ahah. ── debochava, enquanto olhava em volta qualquer possibilidade de fuga, mas as chances eram nulas, seria mais vantagem seguir com eles e pensar em algo com mais calma...tempo teria de sobra na prisão, como aconteceu da última vez. Viu os pertences serem levados e mais uma vez brincou ── Pode lavar direito que o cheiro de sangue tá foda! Vamos ver se vocês são melhores que os temerianos.




GERALT OF RIVIA
| Ꮤiedźmin | The Butcher of Blaviken | Gwynbleidd | Vatt'Ghern | Ravix of Fourhorn |
❝I thought I was choosing the lesser evil. I chose the lesser evil. Lesser evil! I’m Geralt! Witcher…I’m the Butcher of Blaviken...❞
avatar
Geralt of Rivia
Admin

Mensagens : 94

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Johanna Naberrie em Dom 08 Out 2017, 15:05


"Hospitalidade"... -Hunf!- Ela suspirou com desdém dentro da mascara enquanto pensava em toda a hospitalidade que ele teria em sua cela para reclamar. Deu de costas, puxando a fila para a saída do bordel, seguida dos outros soldados, inclusive os que arrastavam o prisioneiro. Havia uma cela esperando por ele na cidade, uma na carroça onde ele seria transportado, mas Johanna apressou-se em seguir até a cela que guardava os cães de caça, trazidos caso precisassem de uma caçada menos amistosa. Johanna liberou os animais e os conduzia até a cela limpa enquanto fazia um sinal com a cabeça para colocarem Geralt no canil móvel, pequeno demais para abrigar tamanho mal cheiro da urina forte dos cães e as fezes, bem como o próprio homem. Não estava feliz, mas havia um sorriso satisfeito em seu rosto naquele instante. "Aprecie essa hospitalidade". Pensou enquanto requeria os pertences dele para averiguar mais tarde. Guardou-os em sua montaria e um dos soldados a abordou. -Lady Lucy!- Ela olhou afoita demais, atenta demais para não se esquecer que naquela ocasião se passava por sua gêmea caçula enquanto a verdadeira tomava seu lugar nos afazeres do casamento que não podia esperar. -O corpo de sua irmã jã foi encontrado e levado para que pudesse ser velado a tempo. Temos que nos apressar, caso queira participar.- Ele completou a informação, ela não sabia se queria participar da cerimônia onde veria sua irmã ja morta, uma ultima vez. -Não se preocupe! Haverá outro corpo que me dará mais prazer apreciar sem vida.- Lançou o olhar para Geralt ja preso na cela dos cães antes de dar o comando para debandarem.


JOHANNA NABERRIE
avatar
Johanna Naberrie

Mensagens : 5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Geralt of Rivia em Dom 08 Out 2017, 15:35

── The Witcher ──
❝Only death can finish the fight,
everything else only interrupts the fighting.❞
Infelizmente para Geralt, não havia muito o que fazer a não ser se render. O corpo estava amortecido depois de liberar a energia sexual e não reagiria bem mesmo que tentasse fugir, não valia a pena correr o risco. Sem contar que já estava cansado de ter os guardas em seu encalço, talvez fosse mesmo melhor ser capturado e poder se explicar em uma cela como da outra vez, isso se lhe dessem a chance de falar. ── É...vocês não sabem mesmo como tratar um forasteiro... ── reclamava ao sentir o cheiro da cela onde o jogaram. Seus sentidos eram muito aguçados, então podia sentir a amônia corroendo as narinas. Porém também sentia em meio a tudo aquilo um cheiro de sangue com cogumelos...o que estranhava. ── Um dos cães está ferido? ── questionou, mas fora ignorado, reservando-se a seus próprios pensamentos, apenas observando. Se sentava tentando caber naquele espaço mínimo e teve a atenção direcionada mais uma vez quando ouviu alguém chamar uma mulher no meio daqueles soldados. ── Hum...Lady Lucy? ── olhava para a garota cujos atributos se escondiam atrás daquela armadura pesada. Não era comum ver mulheres guerreiras naquela região, se fosse em Skellige acharia normal, mas ali ele não imaginava ver nada do tipo. Quando ela lhe lançou o olhar de uma forma nada amistosa, Geralt sorriu e piscou pra ela, ainda em deboche e voltou a buscar outros cheiros que desviassem seu olfato dos mais próximos.




GERALT OF RIVIA
| Ꮤiedźmin | The Butcher of Blaviken | Gwynbleidd | Vatt'Ghern | Ravix of Fourhorn |
❝I thought I was choosing the lesser evil. I chose the lesser evil. Lesser evil! I’m Geralt! Witcher…I’m the Butcher of Blaviken...❞
avatar
Geralt of Rivia
Admin

Mensagens : 94

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Johanna Naberrie em Dom 08 Out 2017, 17:19


Assim que houve debandada, Johanna não demorou muito a perder a dianteira e ficar para trás, onde podia ver o assassino. Deixava que os outros soldados seguissem a fila enquanto ela cavalgava quase atrás da cela mal cheirosa que abrigava o condenado. O cheiro também a incomodava, mesmo da distancia onde estava. Mas era o mau odor que a confortava por saber que para ele inserido naquele meio estaria em condições piores. Ela o observava fixamente, tentando buscar motivos e porquês para que ele fizesse o que fez com sua irmã. Em sua mente, nada justificava tal atrocidade. Ignorou a sua piscada, as palavras ditas carregadas de deboche, permanecia em silencio enquanto outros soldados questionavam se haveria julgamento, como seria a execução. Pareciam se divertir com aquilo. Ela, no entanto, quanto mais se aproximava do reino, ainda que estivesse tão distante se sentia ainda mais angustiada por inúmeros fatores que a mascara ajudava a conter naquele momento. Sentia certa fúria, queria mata-lo ali mesmo. Horas depois de uma marcha intensa houve uma pequena pausa. Hora da comida! A farsante Lucy desceu da montaria, finalmente ergueu a mascara e revelou os lábios corados e carnudos, bem caracterizados por uma pinta lateral abaixo do inferior. O nariz delicado era um contraste a cor dos olhos castanhos e intensos, porem gélidos feito uma lamina. Algumas mechas vermelhas saltavam dos limites do elmo. Revelou seu rosto para o prisioneiro enquanto lhe falava -Pode se alimentar do resultado dos ferimentos dos cães!-


JOHANNA NABERRIE
avatar
Johanna Naberrie

Mensagens : 5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Geralt of Rivia em Dom 08 Out 2017, 17:20

── The Witcher ──
❝Only death can finish the fight,
everything else only interrupts the fighting.❞
Geralt se pegava pensando no quanto aquela viagem ainda iria demorar e tentava se desprender desligar daquele local, buscando refúgio em suas lembranças, da última vez que esteve com a1 filha Ciri. O sorriso dela, sempre fazia brotar um nos lábios dele mesmo, apesar de sempre um pouco menos expressivos que os dela. Se perguntava onde ela estaria, se estava conseguindo se virar bem no contrato que pegou em sua visita a velhos amigos em Skellige. Acreditava que ela estaria bem melhor que ele, com uma boa quantidade de álcool e comida servida pelos anCraite...aquele reino sim sabia como receber bem um convidado. Voltava o olhar pra baixo, sentindo aquela mistura asquerosa grudar no corpo, pensando no tempo que levaria pra tirar aquele cheiro. Ouviu o comentário de que iriam parar para se alimentar e com o witcher's sense, pôde perceber que não seria uma boa ideia. Então respondia ao comentário da jovem Lucy com o olhar fixo ao dela, falando com seriedade dessa vez. - É mais fácil me alimentar do que sobrar de vocês se não me tirarem daqui. - inicialmente suas palavras soariam como uma ameaça, então ele logo completou a sentença ── Vocês estão parando há apenas 30 passos de um ninho de ghous e podem ter certeza que eles aparecerão para o jantar. O ninho é novo então conto certa de 10-12 ghouls apenas...o suficiente pra dizimar esse pelotão.




GERALT OF RIVIA
| Ꮤiedźmin | The Butcher of Blaviken | Gwynbleidd | Vatt'Ghern | Ravix of Fourhorn |
❝I thought I was choosing the lesser evil. I chose the lesser evil. Lesser evil! I’m Geralt! Witcher…I’m the Butcher of Blaviken...❞
avatar
Geralt of Rivia
Admin

Mensagens : 94

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Johanna Naberrie em Dom 08 Out 2017, 17:33


A mulher não se deu ao trabalho de parar os passos ou retribuir o olhar para ouvir o que ele dizia. -Claro! Vai matar a todos nós também, como matou Sophie.- Já estava distante quando terminou de falar, não queria comer, mas se juntava aos demais. Sequer ouviu qualquer bobagem sobre ghous. Mas um outro soldado o deu atenção. -Ninho de quê?- Ele estava curioso e um tanto assustado pelas falas impactantes. -O que poderia dizimar esse pelotão?- Se aproximava da cela de Geralt, o novato inexperiente tentava estabelecer uma conversa em meio a sussurros. Atento a explicação se deixava levar. -E poderia nos ajudar?- Agora já tentado a livrar o witcher que disse que deveriam soltá-lo para se salvarem.


JOHANNA NABERRIE
avatar
Johanna Naberrie

Mensagens : 5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Geralt of Rivia em Dom 08 Out 2017, 17:59

── The Witcher ──
❝Only death can finish the fight,
everything else only interrupts the fighting.❞
Como já era de se esperar, a garota não lhe deu ouvidos e logo se afastou. Ela parecia estar no comando daquele pelotão, o que ele ainda estranhava, embora reconhecesse que Cerys, a Rainha de Skellige, superava o comando de muitos reis e era tão respeitada quanto. Tinha alguma dificuldade em admitir que mulheres desempenhassem tão bem essas tarefas, como quando conheceu uma ferreira em (esqueci o nome do lugar e da mulher...que saco...deu branco), Jutta que se mostrou uma grande guerreira, mesmo tendo sido derrotada por Geralt, nunca tinha perdido para homem algum, e outras poucas mulheres que se destacaram em atividades predominantemente masculinas. Era de se admirar... Ainda mais uma garota daquela idade que certamente deveria estar se preparando para se casar, não para empunhar uma espada.
Por sorte um soldado ouviu umas palavras e se aproximou, essa era a chance perfeita para usar o Sign Axii e convencer o rapaz de ajudar em sua tentativa de fuga. Assim que ele se aproximou da grade perguntando, Geralt respondeu fazendo os três movimentos dos dedos com a destra, sugeriu:
── Você só vai saber se me deixar essa sua chave aqui comigo. ── o sinal funciona de forma hipnótica, afetando diretamente as decisões das pessoas que optam por fazer o que lhes é sugerido. ── Se esses monstros vierem, precisaremos de um witcher pra matá-los. ── disse o rapaz entregando a chave para Geralt, que se posicionava de forma estratégica para que ninguém percebesse o que acontecia.  




GERALT OF RIVIA
| Ꮤiedźmin | The Butcher of Blaviken | Gwynbleidd | Vatt'Ghern | Ravix of Fourhorn |
❝I thought I was choosing the lesser evil. I chose the lesser evil. Lesser evil! I’m Geralt! Witcher…I’m the Butcher of Blaviken...❞
avatar
Geralt of Rivia
Admin

Mensagens : 94

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Johanna Naberrie em Dom 08 Out 2017, 20:00


Não precisaria de muito para que o prisioneiro convencesse o novato de que deveria sair. Nem mesmo truque algum se já usasse a persuasão. No entanto, se queria ganhar tempo não demorou nada para que o rapazinho fosse em busca das chaves depois de ouvir a proposta de Geralt e cair no efeito hipnótico de seus dedos. Ele entregou as chaves e não conseguiu se afastar. Estava amedrontado demais, talvez ainda sob efeito do truque para sair de perto de quem provavelmente poderia protegê-lo. Porem isso de nada adiantou quando os arbustos ao redor do acampamento improvisado estava sendo montado. O movimento das arvores se aproximava até que dela saiu uma criatura que se locomovia devagar, parecia propicio para enxergar sua boca podre, bem como o resto do seu corpo. O primeiro monstro surgiu e espantou o garoto que saiu correndo e aos berros. O som chamou a atenção dos demais, e mais tarde o seu abafamento. A criatura pegara o jovem soldado, apesar da lentidão pareceu rápido demais para leva-lo até a boca e arrancar-lhe a cabeça e um pedaço do tronco com uma grande mordida. Imediatamente os soldados se ergueram, foram em busca de suas armas e avançaram em direção ao monstro. Com espadas empunhadas, pararam a alguns metros que pareciam formar um perímetro seguro, porem nenhum mais avançou, provavelmente se questionando como abater aquela criatura. Johanna havia ficado para trás. "Fique aqui. Se esconda." Foi a ordem do seu braço direito para proteger a filha do rei. Ela não correu ou se escondeu, também tirou a espada da bainha, mas a cena grotesca do rapaz pouco mais velho do que ela perdendo os membros a colocou imóvel. Também estava assustada e dessa vez não fazia questão de esconder ja que ninguém a notava. Porém estava decidida a tomar alguma atitude, formar uma estratégia. E quando foi correr até sua montaria para exercer algum tipo de liderança foi cercada por uma outra criatura um pouco maior que a que tinha a atenção dos soldados. No lado oposto do acampamento, eles estavam cercados enquanto chegava uma terceira fechando as extremidades, porém diferente dos demais guerreiros Johanna estava sozinha com um muito próximo. Não conseguia gritar feito uma garota medrosa. Talvez deveria o fazer, seria o que Lucy faria. Ela então ergueu a espada, pronta para lutar como Sophie havia ensinado. Dava passos cautelosos para "dançar" com a criatura até encontrar uma abertura para atacar. Foi quando ouviu mais gritos dos homens que se elevavam no ar, induzindo o pensamento de que não poderia demorar ou mais deles iriam morrer. Por impulso desviou o olhar para trás, foi quando o monstro avançou em sua direção e ela precisou se jogar para o lado para escapar do seu corpo truculento e pronto para devorá-la. Sem o elmo, os cabelos se soltavam e mesmo com a armadura, ajudavam a dar um tipo característico de graciosidade em seus movimentos furtivos. Ao rolar no chão para escapar, tentava conciliar a fuga com a espada, no entanto viu o cerco em que seu exercito estava submetido com a chegada de mais um monstro e mais vidas sendo devoradas.


JOHANNA NABERRIE
avatar
Johanna Naberrie

Mensagens : 5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cry Wolf! Time to worry!

Mensagem por Geralt of Rivia em Dom 08 Out 2017, 23:35

── The Witcher ──
❝Only death can finish the fight,
everything else only interrupts the fighting.❞
A praticidade dos signs era era algo que Geralt raramente negava, porque eles poupavam qualquer tipo de discussão e um tempo que ele poderia usar para planejar a melhor forma de sair de lá. Se fossem apenas mercadores ou aldeões, ele certamente teria saído antes, porém não era esse o caso dessa vez. Eram soldados muito bem armados, então não teriam problemas para aguentar um pouco até que ele saísse e representaria um risco muito maior ao witcher se percebessem a fuga. Ao contrário do que muitos acreditam, os witchers não são imortais, são apenas mais resistentes que maioria por causa das mutações que fornecem a eles habilidades semelhantes aos próprios monstros.
Geralt podia sentir de longe o cheiro pútrido daquelas criaturas, ouvir os sons de sua respiração e dos passos deles para precisar a distância a que se encontravam. Percebendo que estavam para chegar, posicionou-se de frente para o rapaz, para fingir estabelecer um diálogo enquanto abria a fechadura. No momento que o primeiro ghoul chegou, o rapaz saiu correndo e gritando, então o witcher abriu a porta da jaula e saltou pra fora utilizando o sign Quen que criava uma camada tripla de escudo mágica sobre o corpo do witcher, de duração de +30 segundos.
Infelizmente, para o rapaz já era tarde demais, o ghoul o matou e desarmado, Geralt só poderia contar com seus signs. Até mesmo seu equipamento estava todo com os guardas, então sem armadura, armas ou poções, o witcher avançou sobre uma das criaturas que se aproximava dos guardas, saltando sobre suas costas e utilizando o sign Ignis em sua cabeça que queimando toda a face da criatura com o fogo mágico conjurado.
── EM FORMAÇÃO! ── disse em alto e bom tom para que os soldados desempenhassem sua função com mais eficiência, já imaginando que o medo prejudicasse a ação. ── Vocês são mais inteligentes que eles! Fiquem de costas um para o outro, formando um círculo, vocês tem escudos e espadas! usem! Cortem as cabeças!
Confiava na qualidade das armaduras militares para conferir a proteção necessária, pelo menos para proteger de alguns ataques. O relinchar de um cavalo logo atraiu a atenção do witcher, que avistou a garota afastada próxima ao animal, lutando sozinha com um deles.
── Droga! ── resmungou correndo em direção ao local onde ela estava, no caminho pegando uma faca de caça que fora deixada próxima à fogueira onde antes os soldados repousavam, já que os próprios equipamentos estariam trancados em algum dos baús. Saltou deslizando sobre a terra úmida com os joelhos flexionados para escorregar melhor parando ao lado da garota de cabelos vermelhos, já conjurando o sign Aard, caracterizado por uma densa corrente de ar que empurrava os inimigos e os atordoava. Aproveitando o vácuo da pressão do vento sobre o ghoul, avançou saltando contra ele, desferindo um golpe certeiro no pescoço em um corte horizontal preciso, pelo qual o sangue da criatura vertia. ── Corte a cabeça! ── exclamou já correndo para avançar contra outro ghoul que se aproximava, alcançando-o segundos antes de atingir um soldado sobre o qual saltava. Geralt saltou em um ângulo perpendicular ao dele, interrompendo o avanço ao chocar seu corpo envolvendo a criatura com os dois braços em volta do pescoço para outro corte preciso.
Mesmo assim o som dos gritos ecoava naquela planície, com um ou outro soldado abatido na batalha, então invés de matar os ghouls um por um, decidiu tentar enfraquecê-los para os próprios soldados os finalizasse. Com a destra empunhava a espada, mas deixava a esquerda livre para usar o sign Quen mais uma vez, porém parando e se concentrando para que o escudo mágico envolvesse uma área maior e o liberava, aumentando ainda mais o círculo emitindo o mesmo sinal três vezes para ganhar tempo, pois quando as criaturas se chocavam contra a camada maior, porém bem mais fina do escudo ele se desfazia em uma pequena explosão que derrubava os ghouls de costas no chão, o que facilitaria o abate.
Deixou três caídos para os soldados finalizarem e tentando sempre caminhar em torno de todo o grupo, enquanto recuperava a energia do escudo, avançava sobre mais um, saltando contra ele, deslizando a faca no pescoço e caindo no chão acompanhando os movimentos do ghoul, rolava para esquivar-se do golpe de outro, logo se levantando também contra este, sentindo as garras de uma das mãos atingirem o ombro e parte do peitoral descoberto, só então sendo afastado pelo sign Igni, como witcher furioso segurando a cara do ghoul com a esquerda enquanto o queimava e também cortava o pescoço. Só estão recuando alguns passos para se unir ao grupo e reavaliar a situação.
Sua própria situação não era das melhores, como se não bastasse o cheiro da urina e das fezes dos cães, agora carregava a podridão dos ghouls misturada à terra úmida do local e ao próprio sangue. Porém, seu olhar percorria todo o cenário de batalha, deixaria para se preocupar com o ferimento quando tivesse tempo para isso. Resistente à dor, a expressão de seu rosto era neutra e focada, utilizou o "witcher's sense" para precisar quantos ainda estavam vivos e buscava a jovem ruiva, para verificar se ela tinha conseguido se juntar ao grupo.




GERALT OF RIVIA
| Ꮤiedźmin | The Butcher of Blaviken | Gwynbleidd | Vatt'Ghern | Ravix of Fourhorn |
❝I thought I was choosing the lesser evil. I chose the lesser evil. Lesser evil! I’m Geralt! Witcher…I’m the Butcher of Blaviken...❞
avatar
Geralt of Rivia
Admin

Mensagens : 94

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum